You are currently viewing Economia de tempo e dinheiro são resultados da manutenção preditiva

Economia de tempo e dinheiro são resultados da manutenção preditiva

A manutenção preditiva inteligente gera otimização e redução de gastos, resultados que podem ser conseguidos com a SENSPIDER.

Já pensou em como uma interrupção no andamento da sua fábrica pode afetar a produção e o seu faturamento? Além claro, do gasto com a manutenção não prevista com o equipamento?

É bom nem pensar né? Mas para manter esta situação bem longe das suas preocupações é preciso estar um passo ä frente, utilizando a manutenção preditiva na sua planta.

A manutenção preditiva se traduz em acompanhamento, monitoramento e inspeção de máquinas com o objetivo de indicar suas condições de funcionamento.

Através da coleta de dados, é possível ter a visualização do desgaste dos equipamentos e o seu processo natural de degradação.

Para isto, se monitoram parâmetros das máquinas, como: temperatura, corrente elétrica, tensão, vibração, RPM (rotação por minuto), entre outros fatores que permitem uma ação rápida caso algum destes parâmetros estejam fora da faixa de operação normal.

Uma situação bem possível de ocorrer seria a identificação de problemas em motores.

Monitorando a vibração do equipamento e rotação por minuto do motor, podemos identificar anormalidades, como degradação prematura.

Ou seja, caso o equipamento esteja operando fora da faixa estipulada, isso pode causar uma parada inesperada.

Da mesma maneira, monitorar a temperatura do óleo de resfriamento de uma máquina pode ser usado para identificar se o resfriamento está sendo efetivo, além de evitar que a máquina aqueça suas partes externas causando queimaduras nos operadores.

Estes parâmetros podem ser medidos utilizando sensores. Estes sensores são instalados diretamente nos equipamentos e conectados à infraestrutura de coleta de dados da fábrica para monitorar as condições da máquina.

SENSPIDER, produto desenvolvido pela Macnica Japão, é um terminal de registro de dados e computação de borda adequado para aquisição e processamento de dados quando usamos IA (Inteligência Artificial) no mercado da Internet das Coisas Industrial (IIoT).

Ela integra as funções do amplificador, registrador de dados, terminal de computação (PC, etc.), fonte de alimentação do sensor e interface de comunicação externa em uma unidade.

SENSPIDER possui três tipos de placas de interface, uma para o sensor de vibração de alta velocidade, uma para sensor de uso geral e uma para o sensor de temperatura, e a interface de entrada do sensor pode ser personalizada em até 8 canais, de acordo com as necessidades do cliente.

Além disso, como um processador de computação de ponta está instalado, as funções de processamento de dados na borda, como algoritmos de IA, podem ser expandidas.

A SENSPIDER, é uma ótima opção para fazer coleta de dados e disponibilizá-los na rede. Por ter uma estrutura modular, permite o uso de entradas de dados analógicos/digitais de acordo com os parâmetros a serem analisados, como, por exemplo, vibração, temperatura, corrente, tensão.

O IIoT permite que sensores sejam instalados em locais de difícil acesso ou sem acesso por cabo.

Depois de instalados, os sensores se comunicam pela rede sem fio, enviando os dados coletados e recebendo comandos de funcionamento ou atualizações. A comunicação pode ser feita via rede Bluetooth, LoRa, Sigfox, ou outra rede.

Os dados coletados, após tratados e organizados, poderão ser mostrados na tela do operador da fábrica, processo que se torna uma ferramenta importantíssima para se ter sob controle o funcionamento da máquina ou, para agir rapidamente caso algum parâmetro tenha um comportamento anormal.

Utilizar tecnologia para monitorar os equipamentos, visando à manutenção preditiva traz muitas vantagens, como:

  • Aumentar a vida útil dos equipamentos, além de melhorar a produtividades deles.
  • Possibilitar a detecção de possíveis falhas, aumentando a segurança dos equipamentos.
  • Diminuir e até eliminar desmontagens desnecessárias para inspeção.
  • Aumentar o grau de confiabilidade das máquinas.
  • Propiciar intervenções programadas e oportunas.

Todas estas vantagens podem ser alcançadas com algumas mudanças na planta da fábrica, como a instalação de sensores, transmissão das informações pela rede e apresentação dos dados na tela do operador.