Case IoT: Gerenciamento remoto da operação de máquinas antigas
A SENSPIDER é um terminal de registro de dados e computação de borda adequado para aquisição e processamento de dados quando usamos IA (Inteligência Artificial) no mercado da Internet das Coisas Industrial (IIoT).

Case IoT: Gerenciamento remoto da operação de máquinas antigas

Este Case aborda o gerenciamento remoto da operação de máquinas antigas onde apresentamos a utilização de Inteligência Artificial no mercado da Internet das Coisas Industrial através da Senspider.

Senspider é um produto desenvolvido pela Macnica Japão.

Trata-se de um terminal de registro de dados e computação de borda adequado para aquisição e processamento de dados quando usamos Inteligência Artificial no mercado da Internet das Coisas Industrial.

Case IoT: Gerenciamento remoto da operação de máquinas antigas

Problema

Monitorar remotamente a linha de produção da fábrica que possui máquinas antigas.

Desafio

  • Coletar os dados de funcionamento das máquinas antigas
  • Sincronizar com os dados coletados dos CLPs
  • Visualizar no painel do operador todo o sistema
  • Gerar relatórios diários com o status do processo

Realização

Os dados das máquinas antigas foram coletados, tratados e conectados à rede pela Senspider, dispositivo edge.

A solução de computação da FogHorn sincroniza os dados da Senspider com os dados dos CLPs e mostra no painel do operador, tornando possível a visualização remota de toda a fábrica de peças e geração de relatórios diários.

Além disso, é uma solução que pode ser replicada para outras unidades, permitindo a escalabilidade da solução.

Sobre a SENSPIDER:

SENSPIDER, produto desenvolvido pela Macnica Japão, é um terminal de registro de dados e computação de borda adequado para aquisição e processamento de dados quando usamos IA (Inteligência Artificial) no mercado da Internet das Coisas Industrial (IIoT).

Ela integra as funções do amplificador, registrador de dados, terminal de computação (PC, etc.), fonte de alimentação do sensor e interface de comunicação externa em uma unidade.

SENSPIDER possui três tipos de placas de interface, uma para o sensor de vibração de alta velocidade, uma para sensor de uso geral e uma para o sensor de temperatura, e a interface de entrada do sensor pode ser personalizada em até 8 canais, de acordo com as necessidades do cliente.

Além disso, como um processador de computação de ponta está instalado, as funções de processamento de dados na borda, como algoritmos de IA, podem ser expandidas.

A SENSPIDER, é uma ótima opção para fazer coleta de dados e disponibilizá-los na rede. Por ter uma estrutura modular, permite o uso de entradas de dados analógicos/digitais de acordo com os parâmetros a serem analisados, como, por exemplo, vibração, temperatura, corrente, tensão.

Leia também:

Detecte problemas na linha de produção antes deles ocorrerem

Ebook Senspider

Vídeo Senspider