Monitoramento e logística para a distribuição das vacinas
Muitas soluções envolvendo IoT e inteligência artificial podem ser utilizadas para trazer qualidade e segurança na distribuição das vacinas

Monitoramento e logística para a distribuição das vacinas

O planejamento logístico para a distribuição das vacinas será uma das etapas mais importantes para termos sucesso na imunização da população. Para que isso ocorra, é preciso contar com um sistema de monitoramento das condições do ambiente.

O início da tão esperada vacinação pela população brasileira contra a Covid-19 está próximo, e uma vez que a vacina esteja disponível, é preciso que ela chegue de forma íntegra.

Para que isso ocorra, um sistema de monitoramento das condições do ambiente é super importante, assim como, o planejamento logístico da distribuição das vacinas.

Segundo informações da ANTT, o Brasil conta com uma rede de 1,7 milhão de quilômetros de estradas, porém, apenas 13%, ou 221.820 quilômetros, são pavimentadas. Diante deste cenário, não há dúvidas que existe ai um desafio e que será preciso um bom planejamento logístico para a distribuição das vacinas.

Da mesma forma, além das rotas, vale destacar que uma única trepidação, altas ou baixas temperaturas, ou luminosidade invasiva, podem quebrar as ligações moleculares das vacinas. Desta forma, monitorar as condições ambientais da vacina será imprescindível.

Monitoramento das condições ambiente da vacina

A princípio, para monitorar e assegurar a qualidade do transporte e armazenamento desses produtos biológicos muitos recursos podem ser utilizados, como os dispositivos IoT, softwares, plataformas, inteligência artificial, entre outros.

A Internet das Coisas (IoT) propicia a automação da logística com informações em tempo real sobre as entregas, cargas e movimentações. Além disso, melhora a eficiência da frota, impactando diretamente nos custos operacionais.

Nesse sentido, os dispositivos IoT podem monitorar as condições ambiente da carga. Como por exemplo, trepidação, temperatura, luminosidade, umidade e outros. Desta forma, com o uso da tecnologia IoT será possível assegurar a integridade da vacina.

Além disso, os dispositivos IoT de monitoramento de condições ambiente conectados a carga,  podem enviar dados a nuvem/servidor em tempo real. Ou seja, utilizando sistemas de localização GPS e de comunicação 4G, Cat-M1, NB-IoT, da Quectel e da Telit.

Desta forma será possível saber a localização das cargas/caminhões em tempo real, fazendo com que o operador possa ter uma visão em tempo real das estradas, o que possibilitará uma tomada de decisão assertiva, baseada no status da carga e da rota.

Logística para entrega das vacinas

Além de garantir que as vacinas sejam entregues de forma íntegra, outro ponto importantíssimo é a segurança das mesmas.

Sabemos que infelizmente o Brasil é um dos países onde mais se rouba carga no mundo. (Brasil ocupa lista de países com maior índice de roubo de carga). Pouco tempo atrás, já na pandemia, tivemos o episódio do roubo dos respiradores (Polícia recupera 5 respiradores roubados que vinham para MT).

Reforçar a segurança é necessário, por isso é preciso ter um serviço de proteção a carga.

Isso pode ser feito com a plataforma de monitoramento de rotas. Uma vez que o motorista esteja conectado a plataforma, ele receberá atualizações para mudança de rota e caso tenha algum movimento estranho na região ele pode mudar o percurso ou acionar imediatamente a central que também estará conectada à plataforma.

As plataformas integram os dados recebidos dos veículos com as informações de mapa, câmeras públicas, condições climáticas, entre outros.

Com este arsenal de informações e utilizando inteligência artificial é possível criar sistemas de alerta de perigo. Assim, os alertas são mostrados na tela do operador e podem ser enviados diretamente ao motorista.

A plataforma Live Earth faz toda essa integração dos dados, além de permitir a criação de alertas de acordo com o cenário monitorado pelo operador. A plataforma também permite “voltar no tempo” e rever as informações anteriores na tela de monitoramento.

Enfim, temos um mundo de soluções envolvendo IoT e inteligência artificial que podem ser utilizadas para trazer qualidade e segurança na distribuição das vacinas ( tão esperada pela população!).

Saiba mais sobre a Live Eart, a Quectel, Telit.

Leia também:

Plataforma de visualização de dados em tempo real para tomada de decisão