You are currently viewing Solução inovadora utilizando Inteligência Artificial
Inteligência Artificial

Solução inovadora utilizando Inteligência Artificial

Compartilhe

A Macnica DHW, multinacional japonesa que possui no Brasil sua sede em Florianópolis (SC), é o Centro de Excelência da Intel para Inteligência Artificial (AI) e High-Performance Computing (HPC) no Brasil.

Esta parceria realizada através de provas de conceito (POCs) está levando mais inovação para processos e produtos de diversas empresas.

Com este propósito, Intel e Macnica Inc. estão desenvolvendo uma série de soluções para reduzir custos e levar maior performance para a Ambev. Com inteligência artificial (IA), a análise de imagens dos veículos da cervejaria que antes era feita manualmente passou a ocorrer 18 vezes mais rápido graças à tecnologia OpenVino™ da Intel – plataforma opensource de otimização da performance de inferência de redes neurais, e à solução InnerEye da Macnica, que identifica o julgamento e classificação de uma imagem através da captura de ondas cerebrais.

Dentro da operação de distribuição da Ambev, uma das atividades necessárias é realizar a inspeção da condição visual dos veículos responsáveis pelas entregas de produtos. Esta inspeção é realizada através de imagens enviadas pelos entregadores periodicamente, que são analisadas por um técnico da Companhia que faz a classificação destas imagens entre aprovadas ou não aprovadas, caso o veículo não esteja em condições visuais condizentes com a marca.

Atualmente, são recebidas cerca de 10 mil imagens por mês para avaliação, sendo que o técnico leva de 2 a 10 segundos para analisar cada imagem (levando cerca de 4 dias úteis para isso), mais o tempo que ele leva para anotar os resultados, classificá-los e notificar os entregadores.

Para reduzir esse tempo, a Intel e Macnica, sendo apoiados pelo BeerGarage e Log.Co, apresentaram a solução da InnerEye que permite que a imagem seja então rotulada de forma automática e imediata, como explica o CEO da Macnica DHW, Fábio Petrassem de Sousa. “Essa solução associa a inteligência direta do cérebro humano com tecnologia AI. Com isso, é possível criar classificações mais precisas, como por exemplo, identificar imagens ou padrões em raio-X, a partir dos sinais neurais de um médico” explica. 

Para atingir a máxima performance e fazer o melhor uso possível do hardware selecionado, também foi utilizada o kit de ferramentas Intel® Distribution of OpenVINO™. A plataforma aumenta a performance de inferência de aprendizagem profunda (deep learning) em topologias de visão computacional, reconhecimento de fala, e processamento natural de linguagem.

“Independentemente do tipo e do tamanho de uma cervejaria ou de qualquer outro estabelecimento, como um Centro de Distribuição, estamos falando de vários pontos onde podemos aplicar a Visão Computacional e o OpenVino pode apoiar muito, como exemplo: Processos de produção, processos de controle de qualidade, processos de controle de tratamento de água, processos de segurança dos funcionários, processos de localização e identificação de ativos” afirma o Especialista de IA da Intel Brasil, Igor Freitas.

O uso da câmera nesses casos é muito positivo e rápido, já que a medida que se tem um determinado indicador a ser monitorado, ela simplesmente precisa estar apontada para o local desejado, conectada na rede e o resto do trabalho é feito pelos algoritmos de IA, para classificar, localizar, medir, reconhecer ou segmentar algo.

“Soluções como essa estão aprimorando e tornando mais eficientes os processos de análise de imagens dos caminhões, retirando a necessidade de um ser humano realizar esta tarefa, trazendo uma economia de tempo e ganho de eficácia. A aplicabilidade dessa tecnologia é tão abrangente, que de 3 anos até o momento, o BeerGarage e outros times de inovação na Ambev, tem trabalhado em diversas iniciativas utilizando a Visão Computacional, para resolver, monitorar, alertar diversas situações que trazem prejuízo, má qualidade ou ineficiência dos nossos processos, sejam eles Logísticos, Cervejeiros, Cadeia de Suprimentos, Bares, Restaurantes, Supermercados” conta o pesquisador e especialista em IA do BeerGarage (Time Global de Inovação), Eduardo Dutra.

A solução foi desenvolvida pelo Centro de Excelência das duas empresas que usam IA e plataformas de aceleração em hardware para fomentar o uso dessas tecnologias em empresas de diversos segmentos, como mineração, indústria, saúde, logística, entre outros.

“Com o Centro de Excelência Intel e Macnica, fazemos uma análise de possíveis abordagens utilizando IA e, com o acesso aos dados, desenvolvemos a Prova de Conceito (PoC) sem custo e de forma rápida. Basicamente, o cliente nos apresenta um desafio e nós procuramos o melhor jeito de resolver com tecnologia. Isso que estamos fazendo agora com a Ambev e podemos fazer pensando nos problemas específicos a serem sanados de cada empresa”.

Se você se interessou pelo assunto e quer falar conosco, deixe seu contato.

Fonte: Intel

Site Macnica DHW

 

Compartilhe

Franciele Nornberg

Mestre em Engenharia Elétrica pela UFSC (2019), graduada em Engenharia Elétrica pelo IFSul em 2017. Trabalha na Macnica DHW desde 2019. Seu conhecimento técnico somado a utilização das boas práticas de copywriter são responsáveis pelos excelentes conteúdos divulgados no blog da Macnica. Franciele é também Instrutora Autorizada FPGA Intel e portanto, responsável pelo Treinamento FPGA Intel.