You are currently viewing Rastreabilidade de produtos

Rastreabilidade de produtos

Compartilhe

Dispositivos IoT para rastreabilidade de produtos: Cadeia de frio ou “Cold Chain”, é todo o processo (da concepção a entrega), que um produto que precisa permanecer refrigerado passa para garantir sua conservação, propriedade e qualidade.

Quando falamos em: permanecer refrigerado, logo pensamos em temperatura, porém, para que todo este processo seja eficiente, há muito mais informações para coletar no monitoramento da cold chain do que a temperatura.

Questões de temperatura incluem:

  • As mercadorias foram resfriadas adequadamente durante a viagem?
  • A temperatura estava baixa o suficiente, mas não exagerada, a ponto de danificar os produtos?
  • As mercadorias foram descarregadas/carregadas com agilidade suficiente, sem interrupções da cadeia de frio?

Todas estas questões garantem que as mercadorias sejam transportadas de forma eficiente, garantindo a integridade e a qualidade dos produtos.

Neste sentido, os dispositivos IoT podem agregar muito valor ao monitoramento dos produtos e suas condições ambiente durante o transporte, através da rastreabilidade da mercadoria.

Ou seja, além de monitorar a temperatura da carga, os dispositivos IoT podem monitorar a localização em tempo real, gerando informações importantes para otimização do processo, seja em relação à forma de transporte ou em relação à própria rota feita pelo produto.

Dispositivos IoT para rastreabilidade

Para o desenvolvimento de dispositivos IoT voltados a rastreabilidade, é essencial contar com módulos de geolocalização.

As linhas Quectel e Telit oferecem ótimas opções de módulos GPS, GNSS, inclusive quando associados a módulos de comunicação celular para envio das informações em tempo real.

Outro ponto é o processamento das informações coletadas, que devem ser feitas localmente, minimizando os dados a serem enviados pela rede ou armazenados no dispositivo.

Para estas aplicações os microcontroladores (MCUs) da GigaDevice são super indicados, visto que, eles apresentam flexibilidade arquitetônica, eficiência energética e alto desempenho, sem contar com o curto prazo de entrega.

Como falado anteriormente, apesar dos dispositivos desenvolvidos para a Cold Chain terem foco na temperatura, outros parâmetros podem ser monitorados, como por exemplo, níveis de vibração, posicionamento da mercadoria, luminosidade, entre outras características.

Este monitoramento é possível através dos sensores das linhas Crocus, Sensirion, Kodenshi, Maxim, Analog Devices que possuem em seus portfólios muitas opções de sensores para os dispositivos IoT.

Figura 1. Exemplos de cadeias de fornecimento.

Além de todas as opções de semicondutores para o desenvolvimento da sua aplicação a Macnica DHW conta com mais 10 anos de desenvolvimento de hardware.

Entre em contato conosco para saber como podemos lhe auxiliar no seu projeto. 

Nos acompanhe nas Redes Sociais

INSTAGRAM

LINKEDIN

FACEBOOK

Compartilhe

Franciele Nornberg

Mestre em Engenharia Elétrica pela UFSC (2019), graduada em Engenharia Elétrica pelo IFSul em 2017. Trabalha na Macnica DHW desde 2019. Seu conhecimento técnico somado a utilização das boas práticas de copywriter são responsáveis pelos excelentes conteúdos divulgados no blog da Macnica. Franciele é também Instrutora Autorizada FPGA Intel e portanto, responsável pelo Treinamento FPGA Intel.