You are currently viewing Paradas inesperadas não precisam acontecer, faça a manutenção preditiva das máquinas
manutenção preditiva

Paradas inesperadas não precisam acontecer, faça a manutenção preditiva das máquinas

Compartilhe

A Indústria 4.0 trouxe novas formas e ferramentas para o aumento da produção industrial através da otimização do processo existente. Dentre elas, destaca-se a manutenção preditiva, na qual, os principais equipamentos da produção são monitorados utilizando coleta e processamento de dados, evitando assim, paradas inesperadas.

Segundo a International Society of Automation (ISA) , estima-se que as fábricas perdem cerca de 8% de sua produtividade com paradas na produção, gerando prejuízos.

Sendo assim, minimizar o tempo de inatividade é tão importante quanto aprimorar a qualidade dos processos.

A Macnica DHW possui soluções de hardware e software para promover o aumento da produção através de iniciativas da Indústria 4.0.

Uma delas é a manutenção preditiva, que é baseada na análise de dados em tempo real. Associando IoT (Internet das Coisas) com IA (Inteligência Artificial), é possível prever a falha de uma máquina logo nos primeiros sinais.

Outra forma de monitorar as máquinas é utilizando o conceito da Manutenção Baseada em Condição ou CBM do inglês Condition-Based Maintenace. Nesta implementação o monitoramento é feito através da comparação dos dados coletados com valores de referência, ou seja, não é necessário um histórico para prever a falha, basta saber quais os níveis saudáveis de cada dado.

Processamento local dos dados – Edge Computing

Independente da forma de análise, o processamento dos dados pode ser feito na Nuvem (Cloud) ou localmente (Edge).

Pensando em processos sensíveis, muitas vezes enviar os dados para a nuvem pode não ser uma opção e, neste caso, o sistema tem que processar tudo localmente, o conhecido edge computing.

Para esta situação a Senspideré a solução perfeita, pois ela possui capacidade de processamento local dos dados utilizando Inteligência Artificial (IA) e machine learning (ML). Desta forma, ela atende tanto soluções de Manutenção Preditiva, quanto de Manutenção Baseada em Condição – CBM.

Além da alta capacidade de processamento local (edge computing) da Senspider, ela fornece um ambiente perfeito para coletar dados. Visto que, ela possui formato modular com capacidade para até 8 tipos de sensores e saídas de alimentação para os mesmos, sendo assim, fica mais fácil a implementação dos sistemas de monitoramento das máquinas.

Interface para sensores de vibrações de alta velocidade (SSPC1310)

  • Interface para sensores de propósito geral (SSPC1320)
  • Interface pra sensores de temperatura (SSPC1330)
Senspider: Terminal de aquisição e processamento de dados capaz de processar algoritmos de inteligência artificial e machine learning ideal para aplicações de Indústria 4.0

Outra característica importante da Senspider é a comunicação, que permite o envio dos dados processados para o dashboard do gerente e o armazenamento das informações localmente ou na nuvem.

Com toda essa versatilidade da Senspider e a expertise do time de engenharia da Macnica DHW, as medidas de manutenção da Indústria 4.0 serão rapidamente implantadas e o aumento da produção está garantido!

Entre em contato conosco para saber como podemos lhe auxiliar neste processo e deixar a sua fábrica mais produtiva.

Acompanhe a Macnica DHW nas Redes Sociais

INSTAGRAM

LINKEDIN

FACEBOOK

Compartilhe

Franciele Nornberg

Mestre em Engenharia Elétrica pela UFSC (2019), graduada em Engenharia Elétrica pelo IFSul em 2017. Trabalha na Macnica DHW desde 2019. Seu conhecimento técnico somado a utilização das boas práticas de copywriter são responsáveis pelos excelentes conteúdos divulgados no blog da Macnica. Franciele é também Instrutora Autorizada FPGA Intel e portanto, responsável pelo Treinamento FPGA Intel.