You are currently viewing Sensor de corrente sem contato
Sensor de corrente sem contato

Sensor de corrente sem contato

Compartilhe

CT220 – XtremeSense® é um sensor de corrente sem contato de alta linearidade e resolução, em fator de forma miniatura.

Ele foi desenvolvido pela Crocus Technology com a tecnologia patenteada XtremeSense® TMR com capacidade de medir até 1.000 A.

Ele mede o campo magnético da corrente que flui através de um barramento ou placa de circuito impresso (PCB). E então, converte em uma tensão de saída analógica que representa o campo e a corrente.

O CT220 é uma solução de detecção de corrente sem contato. Sendo assim, ideal para aplicações que precisam ter excelente isolamento e medições de corrente precisas.

Existem quatro (4) variantes do CT220 que detectam os seguintes campos magnéticos: ± 1,5 mT, ± 5,0 mT, ± 10,0 mT e ± 15,0 mT.

Características

  • Faixa de detecção de corrente sem contato CA ou CC: até 1.000 A
    • Resolução de 5 mA
  • Isolamento inerentemente alto
  • Faixa do campo magnético (atual):
    • ± 1,5 mT
    • ± 5,0 mT
    • ± 10,0 mT
    • ± 15,0 mT
  • Desempenho estável acima da temperatura
  • Corrente de alimentação: ~ 1,2 mA
  • Pino FLAG para indicar 90% e 10% de toda a faixa de campo
    • Saída digital baixa ativa (push-pull)
  • Tensão de alimentação: 2,7 V a 5,5 V
  • Faixas de temperatura operacional:
    • Industrial: -40 °C a + 85 °C
    • Industrial estendido: -40 °C a + 125 °C
  • Pacote: SOT23 de 5 derivações

Aplicações

  • Medições de detecção de corrente sem contato
  • Controle motor
  • Inversores Solares
  • Unidades de distribuição de energia (PDUs)
  • Fontes de alimentação UPS, SMPS e Telecom
  • Eletrodomésticos Inteligentes
  • IoT Smart Plugs / dispositivos de energia
  • Sistemas de gerenciamento de bateria
  • Carregadores de bateria
  • PC e servidores

Clique Aqui e saiba mais

Veja mais matérias como essa no nosso BLOG

Compartilhe

Franciele Nornberg

Mestre em Engenharia Elétrica pela UFSC (2019), graduada em Engenharia Elétrica pelo IFSul em 2017. Trabalha na Macnica DHW desde 2019. Seu conhecimento técnico somado a utilização das boas práticas de copywriter são responsáveis pelos excelentes conteúdos divulgados no blog da Macnica. Franciele é também Instrutora Autorizada FPGA Intel e portanto, responsável pelo Treinamento FPGA Intel.